--> 5

Edmázia Mayembe assina contrato de 3 anos com Clé Entertainment

A Clé Entertainment anunciou na passada quinta-feira, a aquisição dos direitos para edição dos álbuns, agendamento de shows, merchandising, distribuição, divulgação dos álbuns da artista e, consequentemente, a produção e promoção de concertos da cantora Edmázia Mayembe.


A Arca Velha garantiu que pesou no acordo a credibilidade e a vontade da Clé em ajudar a promover a música angolana, aliado ao facto de a cantora, pela sua grandiosidade, precisar de mais tempo e atenção, elementos que, actualmente, o seu líder, Matias Damásio, já não reúne, devido às suas responsabilidades e o sucesso que tem feito no exterior do país.

Por outro lado, a Clé diz que é uma honra ter a Edmázia no leque dos seus artistas e garantiu tudo fazer para, em conjunto, alavancar a carreira da cantora vencedora de vários prémios e responsável de vários hits.


Edmázia Mayembe começou a cantar muito jovem, aos 8 anos fez parte do grupo formado pela irmã mais velha, Nádia Mayembe e João Bambila. Durante toda sua infância, Edmázia fez parte do grupo coral, tendo sempre actuações na Igreja Pentecostal localizada na Chicala II.

Depois de se afastar do grupo, Edmázia deu continuidade aos seus estudos e conheceu Mário Rui, um guitarrista que tinha uma banda, e por intermédio dele foi-lhe apresentado o músico Totó e o grupo Géneses e juntos formaram um projecto gravando um álbum intitulado Firmes.

Durante todo esse tempo, Edmázia foi conhecendo mais músicos e, consequentemente, foi fazendo inúmeras participações com músicos e grupos como Kalibrados, Cage One, Heavy C e muitos outros.

Edmázia também fez parte da produtora do músico Anselmo Ralph (Bom Som) e juntos trabalharam para o primeiro álbum da autora do sucesso Alma Nua, mas, infelizmente, não foi possível a conclusão do mesmo projecto. Após ter saído da produtora Bom Som, Edmázia deu continuidade aos seus projectos com Punidor, e, posteriormente, se juntou ao músico e produtor Heavy C, que trabalhou na produção da sua primeira obra discográfica intitulada Erro Bom, disco patrocinado pelo empresário Leonel Piedade, CEO da produtora LP.

Apesar do curto percurso, Edmázia soma já vários prémios, nomeadamente: o de Melhor Voz Feminina e Melhor Balada (Top Rádio Luanda) e Melhor Voz Feminina no Moda Luanda.

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © 2013 - 2017 Vicente-news.com Todos Direitos Reservados - Angola
Editado por: Vicente Brás Zau