-->

Liriany: “Yuri da Cunha é mais do que um mentor, é um pai e um amigo”



Diz que a música nasceu com ela e tem como mentor uma das vozes mais sonantes de Angola, Yuri da Cunha. Em entrevista, Liriany revelou ao SAPO como chegou até aqui e como pretende conquistar os seus sonhos na música.

De onde veio o gosto pela música?
Segundo a minha mãe, sempre cantei, desde miudinha. Eu transformava tudo em música. Comecei a cantar mais a sério aos 9 anos, quando entrei para o grupo Mininitas, onde era dançarina da Tininha, uma ex-cantora infantil. Depois disso, fui compondo as minhas próprias músicas, ou seja, sempre gostei de música. Nasceu em mim, faz parte de mim, não é algo adquirido ou uma mera escolha de hobby.

Apesar de teres apenas 18 anos, já passaste por algumas experiências enriquecedoras. Quais destacarias?
Sim, destaco a reabertura do Sukara Chá de Caxinde onde dei, praticamente, o meu primeiro show ao vivo. Esta foi, sem dúvidas, uma das melhores experiências que tive. Deu-me uma grande confiança e certeza naquilo que faço por bem e por amor à música. E, claro, a minha primeira apresentação em Lisboa, na Cool Disco, aquilo foi like amazing. Igual não aconteceu.

Quais os teus objectivos profissionais?
Vou-me tornando profissional a cada dia e aprendendo com os melhores. Quero fazer a diferença, contribuir para a inovação da música angolana, quero fazer história, espero almejar tudo o que sonhei e cumprir todas as promessas que Deus tem para mim.

Como é trabalhar com o Yuri da Cunha?
Trabalhar com o Yuri da Cunha tem sido uma das melhores experiências na minha vida. Ele é muito exigente e observador, parece não estar de olho mas está sempre bem atento a tudo o que faço e deixo de fazer. O tio Yuri é mais do que um mentor, é um pai e um amigo. Sou fã, assumo, e aprendo a cada dia a compor de forma mais adulta. Tem sido uma inspiração.

Como surgiu esta oportunidade? 
A oportunidade, na verdade, estava em stand-by, porque o tio me conhece desde pequena, desde os meus 12 ou 13 anos.  Na altura, ele achou por bem não trabalhar ainda, justamente pela minha idade, mas este ano estivemos juntos na Rádio Vial ele ouviu as minhas músicas todas já gravadas e disse: “Chegou a tua vez! Vamos trabalhar, filha!” e hoje aqui estamos.

Como foram recebidos os singles ‘Faço Como’ e ‘Confusa’?
O ‘Faço Como’ tem sido uma febre. Uma dor de cabeça no bom sentido. Foi um tema super bem recebido. Atingiu 1 milhão de views em quase 3 meses e o ‘Confusa’ tem sido bem abraçado também. Graças ao ‘Faço Como’ já sabem que existe uma Liriany.

Há um álbum no horizonte?
Temos o maxi single quase pronto.  Ainda este ano vamos brindar-vos com o meu cartão de visita, o maxi single da Liriany Castro. Agradeço muito ao meu empresário e manager Edmar Avelino. Sem ele não seria a Liriany que sou hoje.

PUB

ÚLTIMAS ENTRADAS

COMENTÁRIOS

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © Todos Direitos Reservados 2013 - 2018
Site desenvolvido por: Angotec - Provedor Web