--> 5

Yuri da Cunha grava nova música com o grupo brasileiro Dream Team do Passinho


O grupo brasileiro, Dream Team do Passinho, que esteve em Angola durante o último final de semana para actuar no festival Festa da Música, realizado pela Unitel, revelou, em primeira mão, em entrevista, o apreço que têm pelos músicos angolanos, propriamente Titica, Neru Americano e Yuri da Cunha, cantor com quem já estão a gravar uma música que estará disponível em breve. O Show man, como é conhecido Yuri da Cunha, é um artista querido entre os brasileiros. 

Recentemente, o seu sucesso Atchutchucha foi usado na série da TV Globo Mr Brau, protagonizada por Lázaro Ramos e Taís Araújo; e, no ano passado, a musa brasileira Alcione rendeu- se ao seu talento. Expectante, Yuri da Cunha vai gravar a sua primeira música com o Dream Team do Passinho, grupo de funk que representa a cultura da favela, composto por Pablinho, Lellêzinha, Hiltinho, Diogo Breguete e Rafael Mike, e espera-se que seja um sucesso.


De lembrar que, Yuri da Cunha, cantor angolano, nascido no Sumbe, província do Kwanza-Sul, no dia a 13 de Setembro de 1980. Com apenas 3 anos de idade, Yuri foi levado pela família para Luanda, por causa da guerra. Vivia perto dos tios, do irmão, do pai e quase toda a família da mãe. 

A adaptação, foi fácil. Yuri da Cunha iniciou-se na sua infância, assistindo aos ensaios do conjunto “Os Kwanzas”, onde o seu pai, Henrique da Cunha “Riquito”, era um exímio guitarrista. 

Mais tarde em Luanda, no bairro Rocha Pinto, em companhia dos seus primos e irmãos (actualmente ligados à música) foi aperfeiçoando técnicas de voz e interpretação com o professor Manuel Costa “Makanha”. Quando começou a compor, Yuri tinha na cabeça vários sons. “Fui influenciado pelo meu pai, na altura, mas sobretudo Bonga, Teta Lando, David Zé e Urbano de Castro. Depois, nos anos 1990, passou a ouvir Eduardo Paim, Carlos Burity, Balão, muito André Mingas, essas eram as influências de Angola que Yuri tinha”.

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © 2013 - 2017 Vicente-news.com Todos Direitos Reservados - Angola
Editado por: Vicente Brás Zau