--> 5

Puto Prata: “Já não pretendo concorrer em algum evento de premiação de músicos no nosso país”

Puto Prata manifestou a sua insatisfação relativamente à quinta edição dos prémios Angola Music Awards, realizado no sábado último, dia 17, no Helmarc Arena.


Em entrevista cedida ao Platinaline, o cantor salientou que o seu trabalho não tem sido reconhecido nem valorizado pelos organizadores de concursos de musicai e, fruto disso, Prata revelou que não pretende mais participar de algum concurso realizado no país.

Sobre a categoria para a qual foi nomeado, Kuduro do Ano, da qual o vencedor foi o grupo O Trio, Puto Prata disse que o prémio foi bem merecido, porque são artistas batalhadores e esforçados, mas a grande insatisfação do kudurista prende-se na falta de reconhecimento do seu trabalho. “Já estou habituado a não receber prémio neste país, onde, infelizmente, só ganha quem tem padrinho na cozinha. Sou um dos poucos artistas do estilo Kuduro que continuam com a sua carreira musical sólida. Se eu não estivesse a trabalhar e não tivesse alguma música a fazer sucesso, de certeza que não me iria queixar de nada, mas, infelizmente, aqui no nosso país não valorizam o meu trabalho e não me respeitam como músico. Já não pretendo fazer parte de algum evento de premiação de músicos realizado no país”, desabafou o autor do sucesso Waatão.

“Fui convidado para cantar nesta edição dos AMA, mas a minha foto não estava no cartaz do evento, enquanto que miúdos que estão a começar agora estavam com o rosto estampado e isso foi uma falta de respeito por parte da organização. Já não pretendo participar em eventos do género. Se algum dia eu for premiado, eu não estarei presente para receber, enviarei os meus pais ou algum amigo meu para receber o prémio. Por agora, ficarei focado em fazer um trabalho com qualidade para os meus fãs sem ficar à espera de algum prémio,” concluiu o kudurista.



Jovem estudante, sonhador, CEO e fundador da Vicente News.



Loading...

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © 2013 - 2017 Vicente-news.com Todos Direitos Reservados - Angola
Editado por: Vicente Brás Zau