--> 5

Novo videoclipe de Prodígio já foi visto mais de 65 mil vezes

O videoclipe de R.A.P (Retaliações Antes da Paz) de Prodígio, o “Príncipe do Hip Hop” e rapper do grupo Força Suprema, lançado esta segunda-feira, dia 19, já conta com mais de 66 765 visualizações. R.A.P tem dado que falar nas redes sociais e muitos defendem que é uma resposta do rapper à música “Rap Consciente” de Valete.


Depois de conquistar três troféus no Angola Music Awards 2017, Prodígio continua a dar cartas. O novo single do rapper, R.A.P (Retaliações Antes da Paz), já está a conquistar a internet.  Em menos de 24 horas, o videoclipe já foi visto mais de 66 765 vezes e tem sido tema nas redes sociais.

Pedaços da sua história, recados, frases motivacionais e vários desabafos compõem os versos da nova música de Prodígio.  Ilustres figuras do showbiz angolano como o humorista Gilmário Vemba, o cantor Paulo Flores e a Top Model Sharam Diniz tiveram igualmente um momento neste trabalho, através de uma mensagem onde revelam todo o significado que Prodígio tem nas suas vidas.

Sobre Angola, em jeito de recado, prodígio referenciou a seguinte “barra”: “Da forma que falam de Angola, tipo que África só tem um país. Vocês adoram falar de Angola, não é?... Angola tem kumbu (dinheiro), pensam que eu não sei?”, disse aos risos.

De realçar que o videoclipe que conta com participação do rapper Masta, produção de BlackRose e realização de Nuno Duarte, faz ainda uma homenagem às conceituadas figuras do hip-hop nacional e internacional como Dji Tafinha, Luaty Beirão, Eminem, Jay-Z, Ja Rule, 2Pac e muitos outros.

“É das coisas mais especiais que fiz”, é assim que Prodígio descreve o projecto ao SAPO. O rapper sente que este novo trabalho pode ser comparado ao “Alquimista”, mixtape que lançou em 2011.

“R.A.P (Retaliações Antes da Paz)” é o primeiro single de um novo projecto que será lançado ainda este ano.



Jovem estudante, sonhador, CEO e fundador da Vicente News.

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © 2013 - 2017 Vicente-news.com Todos Direitos Reservados - Angola
Editado por: Vicente Brás Zau